Gabriel Medina

Predestinado, talentoso, inovador, radical, campeão. Qualidades não faltam para a trajetória de Gabriel Medina, o maior ídolo do surf brasileiro na atualidade, o primeiro surfista do Brasil campeão mundial profissional.

Nascido em 22 de dezembro de 1993, ele começou a surfar efetivamente aos nove anos, influenciado por seu pai, Charles Saldanha, na Praia de Maresias, em São Sebastião.

O primeiro título de destaque nacional veio aos 11 anos no Rip Curl Grom Search, na categoria sub12, em Búzios/RJ. Depois, despontou em vários campeonatos de expressão, como Brasileiro Amador e o Paulista.

Sua primeira conquista no exterior foi o segundo lugar no Volcom Sub14, na Califórnia, e depois vice-campeão no Mundial Amador sub16, no Equador. Em julho de 2009, Gabriel assinou contrato com a Rip Curl e iniciou a carreira profissional.

Dez dias depois venceu a etapa do Mundial, no Brasil, ganhando projeção. Em 2011 veio a sequência que o garantiu na elite mundial, o QS 6 estrelas Prime em Imbituba/SC, os dois QS 6 estrelas na França e na Espanha. Além disso, uma vitória na etapa do Mundial Pro Júnior, também em ondas francesas.

Ingressou no CT no meio de 2011, com apenas 17 anos, o mais jovem até hoje e surpreendeu já vencendo duas etapas, na França e nos Estados Unidos. Em paralelo, foi campeão mundial Pro-Júnior, também pela World Surf League (WSL), em 2013, comemorando o título no Brasil, na Praia da Joaquina, em Florianópolis/SC.

No ano seguinte, o sonhado título mundial, o primeiro de um brasileiro e de forma mais do que convincente, com três vitórias em etapas. A inédita conquista garantiu a Gabriel o status de ídolo nacional e desde aquele momento, decidiu colocar em prática o sonho de criar seu instituto para retribuir o que o surf lhe proporciona.