O Instituto Gabriel Medina, inaugurado na última terça-feira (31) já tem o seu primeiro desafio oficial. Nestes sábado e domingo (4 e 5) os jovens atletas disputam o Encontro Paulista de Escolas de Surf, na vizinha praia da Baleia, em São Sebastião. O time chega com alguns destaques individuais, como Fabrício Rocha, Sophia Medina e Sophia Gonçalves. Destaque, também, para o caçula da turma, Enzo Yagui, de apenas oito anos.

O evento serve como um treino prático para os atletas mais novos e o grande objetivo fica mesmo para a 2ª etapa do Rip Curl Grom Search, no próximo final de semana, na Praia de Geribá, em Búzios. “São atletas novos, que estão iniciando, mas que no futuro vão dar o que falar. Será bom para uma avaliação”, diz um dos treinadores da equipe, Alex Leco.

Criado do sonho do primeiro brasileiro campeão mundial de surf, o Instituto Gabriel Medina está instalado na Praia de Maresias, de frente para o mar, exatamente onde o surfista pegou suas primeiras ondas. Com 336 m², a sede conta com uma estrutura completa, com academia, piscina, cama elástica para treinos de manobras aéreas, auditório para aulas e palestras, Tech Lab, departamento médico e também um palanque para os treinos no mar.

A proposta é formar novos valores do surf, oferecendo a mesma estrutura que Gabriel conta, acrescentando aulas de idiomas, de tecnologia, acompanhamento médico e odontológico e supervisão pedagógica. A única exigência é que todos os atletas estudem.

Os 38 participantes dessa primeira turma foram selecionados no Circuito Medina/ASM e tem treinos de segunda a sexta-feira, sempre no contraturno da escola. Contam com aulas de surf, exercícios funcionais, natação, apneia, inglês e espanhol, tecnologia (inclusive edição de vídeos e grafismo) e recebem alimentação.