EVENTO FOI REALIZADO NA PRAIA DE CAMBURY E EQUIPE CONTOU COM 28 SURFISTAS

Cinco vitórias, atletas em todas as finais, com nada menos que 20 pódios e, para completar a festa, três títulos gerais da temporada conquistados por antecipação. O Instituto Gabriel Medina (IGM) confirmou que o trabalho em busca de excelência para a nova geração de surf vem dando resultados com uma participação marcante na 3ª etapa do Circuito Sebastianense de Surf, no domingo (23), na Praia de Cambury, em São Sebastião.

A equipe competiu com 28 atletas e faturou as vitórias nas faixas etárias que atua, com Murillo Coura na sub12; Sunny Pires, na sub14; Cauã Gonçalves, na sub16; Caio Costa, na sub18; e Júlia Duarte, na feminina open. Murillo, Júlia e Caio também festejaram os títulos municipais de 2018. Os dois primeiros garantiram 100% de aproveitamento, enquanto que Caio, que ainda tem 14 anos, não pode mais ser alcançado no ranking sub18.

Os mesmos Caio e Murillo junto com Cauã também se destacaram por chegarem em duas finais cada um. Caio foi o terceiro na sub16, ficando próximo de mais um título; Murillo foi o terceiro na disputa acima, a sub14; enquanto que Cauã ficou em terceiro na sub18, invertendo o resultado com Caio. Outro nome que chamou a atenção foi Sérgio Luan, com a maior nota do evento, um 9,23, na final da sub16. A decisão foi a mais apertada do evento, com Cauã virando o resultado pela incrível diferença de um centésimo – 15,07 a 15,06.

Das sete finais realizadas, o IGM teve total domínio na sub16, sub14 e feminina, com todos os atletas classificados, e na sub18 e sub12, teve três surfistas. Além da garotada, o Instituto comemorou o primeiro lugar e o título por antecipação, com 100% de aproveitamento, de seu colaborador, Gilmar Pulga.

“Os resultados falam por si só. Nosso trabalho pioneiro em centro de treinamento da nova geração garante resultados importantes e não poderíamos deixar de nos empenhar no circuito em nossa cidade. Os títulos são o melhor parâmetro para ver que estamos no caminho certo, para nos incentivar a seguir adiante”, comemorou o diretor do IGM, Márcio Yagui.

O treinador Alexsandro Abolição destacou o empenho e dedicação da equipe técnica e dos atletas na etapa. “O trabalho foi cansativo, mas compensador, muito legal. A galera surfou muito bem e está bem treinada. O mais importante é que todos surfaram muito bem, independente das colocações. Alguns atletas que não vinham dando resultados, se deram bem no campeonato”, disse.

Instalado na Praia de Maresias, em São Sebastião, o IGM iniciou as suas atividades no dia 1º de fevereiro de 2017 e oferece, de forma gratuita, a mesma estrutura que hoje Gabriel Medina conta na parte técnica, física e médica, além de garantir aos atletas aulas de idiomas, já visando as trajetórias futuras, e outros benefícios como atendimento odontológico, fisioterápico e psicológico, natação e apneia.

São atendidos 30 atletas dos 10 aos 17 anos, que também recebem alimentação, equipamentos para a prática do surf, como pranchas e roupas de borracha, custeio de viagens para competição. As únicas exigências são a frequência nos treinos e na escola (no contraturno).