A equipe feminina do Instituto Gabriel Medina (IGM) embarcou em peso nesta quinta feira para o Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino, que acontece a partir desta sexta feira (22 de setembro) na praia de Itamambuca, em Ubatuba, com finais no próximo domingo (24 de setembro). 

A competição será, pelo segundo ano consecutivo, um verdadeiro festival de surf feminino, com direito à única etapa do campeonato brasileiro de surf feminino profissional, válida pelo título nacional ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional), distribuindo R$ 15.000,00 (quinze mil reais) em premiação e coroando a campeã brasileira de surf profissional em 2017. Mas o festival, como o próprio nome indica, não poderia parar por aí. Teremos também premiação de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para a categoria Longboard e todas as categorias de base estarão representadas (sub-10, sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18), como forma de incentivar novos talentos no surf nacional feminino. Serão mais de 100 surfistas representando oito estados brasileiros, desde o Rio Grande do Sul até o Ceará, além da Costa Rica, e, também pelo segundo ano consecutivo, a escola de idiomas Wizard será a principal patrocinadora do evento. 

A escola de idiomas comandada por Dennis Damianovich no litoral norte paulista, conta com unidades em Ubatuba, Caraguatatuba e duas em São Sebastião (Boiçucanga e Centro) e se destaca pelo investimento no surfe em nosso litoral. “O objetivo em patrocinar o evento foi ajudar a revitalizar a categoria feminina e apoiar essa iniciativa do Wiggolly e da família. Estamos ligando a nossa marca ao esporte, superação, estilo de vida, qualidade de vida”, afirma o diretor. Atualmente, a Wizard Idiomas no litoral norte paulista patrocina mais de dez atletas, incluindo destaques femininos de Ubatuba como Açucena Vaz, Camila Cássia e Kiany Cristina, além de Aline Adisaka, também os circuitos municipais de Ubatuba e de São Sebastião desde 2008, além do Instituto Gabriel Medina.  

No instituto, a Wizard realiza aulas de inglês para todos os atletas, disponibilizando uma professora exclusiva na própria instituição. “Tive uma boa base educacional, pratiquei muitos esportes e sei o valor que isso traz ao jovem. Por isso patrocinamos diversos eventos, inclusive de outras modalidades”, argumenta. “E tem a satisfação pessoal de ajudar, fazer acontecer”, complementa. 

Com o apoio do Instituto Gabriel Medina, nossas atletas já embarcaram para o campeonato com planos de vitória na bagagem. Sophia Medina vai para Ubatuba depois de viajar para Maldivas e California onde acompanhou o irmão Gabriel Medina durante a 8ª etapa do WCT em Trestles. “A viagem foi ótima, deu para treinar. A onda em Trestles é parecida com Itamambuca e surfei todos os dias para chegar no campeonato preparada”, afirma a atleta, que além do irmão, é fã da tricampeã mundial Carissa Moore, Coco Ho, ambas do Havaí, a norte-americana Sage Erickson e a brasileira Silvana Lima. Em Itamambuca, ela vai se encontrar com o restante da equipe do IGM, composta por Nairê Marques, Rafaela Teixeira, Laura Agnes, Louisie Frumento, Camilly Oliveira e Sophia Gonçalves, que embarcaram na manhã desta quinta feira numa van rumo a Ubatuba.

O campeonato começa sexta-feira, às 8 horas, com transmissão ao vivo pelos sites da FPSurf e Associação Ubatuba de Surf, e contará com nomes que já fizeram história no surfe brasileiro feminino, como Jacqueline Silva, Taís de Almeida e Suellen Naraísa (irmã de Wiggolly Dantas).