Yuri Beltrão e Renan Rodrigues retornam a Santos em busca de conquistas

Talentos da nova geração do surf santista, Renan Rodrigues e Yuri Beltrão fazem parte da primeira turma do Instituto Gabriel Medina, em São Sebastião. Foram selecionados por se destacarem no Circuito Medina em 2016 e deixaram Santos em busca de seus sonhos. Renan mudou com os pais e o irmão caçula e Yuri aproveitou a “carona” para morar na mesma casa em Maresias.

Os dois dividem o mesmo espaço e a amizade entre os dois se fortaleceu ainda mais. Neste final de semana eles estarão entre os destaques do Circuito Santos de Surf 2017, que tem a etapa inicial no sábado ou domingo (dias 1º ou 2), nas ondas do Quebra-Mar. A data será confirmada no Facebook da Associação Santos de Surf (ASS), com base nas previsões, apontando um bom swell.

Os dois atletas serão rivais nas categorias iniciante (até 14 anos) e mirim (no máximo 16 anos). Mais do que voltar a competir “em casa”, reencontrarão antigos companheiros do Centro de Treinamento de Santos. “É sempre muito bom competir no Quebra-Mar. Foi lá que aprendi a surfar. Vou rever amigos, a minha família estará lá também”, diz Yuri.

“Estou morando com a família do Renan, porque meu pai e minha mãe estão em Santos trabalhando e não puderam vir, e está tudo ótimo. No IGM estou sempre evoluindo. É fantástico”, comenta o surfista, com seu português impecável, aos 13 anos, conjugando perfeitamente os verbos.

Renan também é admirado por sua educação e enaltece a amizade com Yuri. “É irada a convivência com ele. A gente é rival de competição, mas só dentro d’água mesmo. Ainda mais agora, que moramos juntos”, fala o surfista também de 13 anos. “Vai ser muito bom reencontrar os amigos, competir naquela onda animal, aquela direita extensa”, fala.

“Vou para buscar o título”, reforça o atleta, destacando que valeu a pena mudar totalmente de vida para integrar a equipe do IGM. “É sensacional a experiência de treinar aqui todo dia, de conviver com o Gabriel (Medina), quando ele está aqui. Uma oportunidade única. Tenho de agradecer a Deus, aos meus pais, ao Gabriel e sua família por construírem essa estrutura maravilhosa”, reconhece.

Crédito fotos:

  • Surf: Pedro Monteiro
  • No IGM: Fábio Maradei